SLIDE

Autoridades de saúde estão encobrindo casos de Ebola nos Estados Unidos e desaparecendo com pacientes

Um médico revelou exclusivamente para Infowars que as autoridades de saúde estão encobrindo casos de Ebola nos Estados Unidos e desaparecendo com pacientes em um esforço para evitar a histeria...

Tradução: Adrien Marinho
http://portrasmidiamundial.blogspot.com.br/2014/10/autoridades-de-saude-estao-encobrindo.html
Doctor: Health Authorities Covering Up Ebola-Like Cases in U.S.

http://portrasmidiamundial.blogspot.com.br/2014/10/republicano-defende-execuções-para.html


James Lawrenzi , DO, que tem duas clínicas em Garden City e Archie, Missouri, apareceu no Alex Jones hoje para avisar que a verdadeira dimensão da situação estava sendo deliberadamente subestimada. É importante notar que nenhum desses surtos de Ebola ocorreu nas clínicas em que Lawrenzi trabalha.
Lawrenzi disse que logo após a chegada do paciente zero - Thomas Eric Duncan - nos Estados Unidos, ele foi informado por um médico no Truman Lakewood Medical Center, em Kansas City que tinha pego um possível paciente com Ebola, que estava com febre alta e sangrando de todos os seus orifícios tendo retornado recentemente da África Ocidental.
No dia seguinte, Lawrenzi foi informado pelo médico que o paciente tinha "desaparecido" , mas que ele não teria sido capaz de sair por conta própria dada a sua condição médica.
O dia depois que o paciente desapareceu, foi convocada uma reunião para saber quem teve contato com o paciente.Médicos e outros profissionais de saúde foram informados de que o paciente tinha malária. Lawrenzi também revelou que os representantes de drogas de dentro da área advertiu sobre possíveis casos de Ebola adicionais na área.
No dia seguinte um segundo paciente com Ebola foi então admitido no Centro de Investigação Médica, em Kansas City, chefes do hospital alegaram que ele tinha febre tifóide, de acordo com Lawrenzi, mas rapidamente também "desapareceu"
"Estes pacientes estão desaparecendo, eles estão fazendo algo com eles e só Deus sabe para onde estão indo", disse o médico.
Perguntado por que as autoridades estavam engajadas em uma aparente encobrimento, Lawrenzi especulou que o CDC tenta evitar a histeria, observando que os trabalhadores em suas próprias clínicas tinha sido dito para não usar a palavra "Ebola", assim como despachantes em Nova York foi proibido de usar o termo 911, ou revelar qualquer informação sobre um possível caso de Ebola.
Lawrenzi também revelou que Hospital Corporation of America (HCA), uma empresa privada de serviços de saúde, teve no início desta semana removido engrenagem e  roupas de proteção Hazmat de hospitais locais sem substituí-la.
"Eles disseram que isso era para que eles pudessem ter a continuidade dos cuidados de possíveis pacientes com Ebola", disse Lawrenzi, acrescentando que a verdadeira razão foi que as autoridades não queriam causar pânico por ter profissionais de saúde e médicos sendo visto sem equipamentos de proteção.
Exortando as pessoas a "ficar longe de lugares onde há grandes grupos de pessoas", bem como hospitais, Lawrenzi disse que a situação era "muito mais grave do que eles estão deixando por diante.".....
"Quando em temporada da gripe, as pessoas vão estar vindo para o hospital para a gripe ou o Ebola, eles não vão saber o que eles têm ... .it vai ser um pesadelo, cada médico que eu tenho falado com tem pavor deste cair ", disse Lawrenzi.
"Eles estão se preparando para alguma coisa", acrescentou ele, especulando que o fim do jogo poderia ser a lei marcial médica ou aquisição completa da administração Obama do sistema médico.
A afirmação do Lawrenzi de que os pacientes com Ebola estão "desaparecendo" se correlaciona com as reivindicações feitas pelos 27 anos da Patrulha de Fronteira veterano Zach Taylor , que disse ao Infowars que possíveis vítimas do Ebola que tentam atravessar a fronteira também estavam sendo secretamente detidas.
De acordo com o correspondente médico Dr. Edward Group, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças está respondendo a apenas metade das chamadas que recebe do médico relatando sintomas Ebola-como em pacientes. Dr. grupo também conversou com outros profissionais de saúde e fontes de patrulha de fronteira que confirmaram que as vítimas potenciais de Ebola foram sendo "desapareceram" em uma tentativa de evitar o pânico.
http://www.infowars.com/medical-professional-health-authorities-covering-up-ebola-cases-in-u-s/



0 comentários: