SLIDE

Cuba leiloa com EUA e Rússia porto erguido pelo Brasil



A nova guerra fria 

O Brasil fez papel de bobo no Caribe, com o ‘aliado’ governo cubano. Bancou, via BNDES e inclusive com R$ 240 milhões a fundo perdido, a construção do Porto de Mariel, com a esperada reabertura comercial e fim do embargo americano ao País de Fidel. Mas quem vai faturar bonito são Estados Unidos e Rússia. Depois de os EUA fazerem oferta pela operação da área, como publicamos, agora foi o presidente russo, Vladmir Putin, quem avisou a Raúl Castro que pretende a área. Para isso, Putin perdoou dívida de US$ 35 bilhões dos cubanos. A revelação é do jornalista Marcelo Rech.

Bolada 

As negociações para o perdão da dívida duraram 20 anos. Putin ainda avisou aos Castro que vai reinvestir em US$ 2,6 bilhões em Cuba – principalmente direcionados a Mariel.

Reedição

Putin correu para Cuba um mês depois de os americanos fazerem a oferta de operação do porto. Recomeçou, assim, uma nova ‘guerra fria’ entre EUA e Rússia. 

Cadê?
A presidente Dilma investe no discurso de que mais de 300 empresas brasileiras vão ser beneficiadas com o porto de Mariel, mas não há lista e ninguém sabe quais são. 

Coisas do Brasil

Mal controla a atual, e o governo vai construir a segunda ponte entre Brasil e Paraguai, com início da obra previsto para 2015 e conclusão em 2017. Mas não tem agentes da Receita e da Polícia Federal para os postos de fronteira numa das cabeceiras. O mesmo ocorre na ponte em Oiapóque (AP) para cidadezinha da Guiana Francesa. 

Mico internacional

Em Oiapóque, o lado brasileiro ficou inconcluso por falta de agentes e alfândega. A presidente Dilma pagou um mico internacional. No início do ano, o presidente francês François Hollande, que visitaria o País vizinho, disse a uma rádio da Guiana que não poderia inaugurar a obra porque o Brasil não fez a sua parte.

Última chance

Um exemplo claro de que nas próximas eleições presidenciais será um Deus nos acuda com a decisão do STF de barrar financiamento de empresas para comitês: O gasto dos três principais candidatos a presidente da República vai beirar R$ 1 bilhão de reais. Imagine se o STF determinasse a proibição de financiamento para este ano.

Aliado é.. aliado

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), quando foi candidato em 2012, criticou a propaganda eleitoral nas ruas da Capital em cavaletes e santinhos. Hoje, apoiando Paulo Câmara (PSB) ao governo, mantém silêncio de aliado e não fala sobe a poluição visual.

Ocupy JK

O povo sofreu com greve da maioria de empresas de ônibus ontem em Brasília, mas não faltou transporte para a turma dos BRICS. Desde terça, o pátio do Aeroporto JK está lotado de jatos Gulfstream e Challenger, de autonomia internacional. São dos empresários estrangeiros que vieram a reboque dos presidentes que eles bancam. 

Piloto sofre

Com a lotação do pátio no Terminal 2 do JK, mal sobra espaço para o embarque e desembarque dos aviões da AZUL.

Charge de Aliedo

Tancredo, o vidente

Quando a campanha ‘Diretas Já’ começava a ganhar as ruas do país, Tancredo Neves convidou o sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva para um jantar na fazenda do velho político mineiro na cidade de Cláudio (MG). 

Lá, Lula espantou-se ao ouvir de Tancredo que o velho não participaria das Diretas, porque não tinha saúde para rodar o país, embora tenha subido posteriormente em alguns palanques de capitais. E Tancredo complementou bombástico: ‘Já fiz um trato com os militares, eu serei o presidente’. O agora deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), testemunha, diz que Lula nunca revelou isso.

Naquele encontro, papo vai, papo vem, Tancredo virou-se para um Lula compenetrado e soltou: ‘Você vai ser presidente. É jovem, sabe negociar e sabe ouvir’. Lula passara realmente o tempo todo só escutando o veterano.
Ponto Final

Então.. Putin vai nadar de braçadas no Caribe. 
http://www.opovo.com.br/app/colunas/esplanada/2014/07/17/noticiascolunaesplanada,3283296/cuba-leiloa-com-eua-e-russia-porto-erguido-pelo-brasil.shtml


0 comentários: