SLIDE

Programadora implanta chip na própria mão para testar nova tecnologia

A programadora Zoe Quinn resolveu fazer uma pequena loucura em nome da tecnologia e implantou um microchip em sua própria mão usando uma agulha

A programadora Zoe Quinn resolveu fazer uma pequena loucura em nome da tecnologia e implantou um microchip em sua própria mão usando uma agulha

Zoe explica em um post no seu blog que o microchip instalado em sua mão faz parte de uma tecnologia muito nova. O aparelho tem 888 bytes de leitura e gravação e pode ser reprogramado pelo telefone a qualquer hora
Ela também gravou um vídeo para mostrar como instalou o microchip e como ele funciona. Durante o vídeo é possível ver Zoe usando luvas descartáveis e instalando o dispositivo com uma agulha de tamanho considerável


Ela também gravou um vídeo para mostrar como instalou o microchip e como ele funciona. Durante o vídeo é possível ver Zoe usando luvas descartáveis e instalando o dispositivo com uma agulha de tamanho considerável

No blog ela explica que ainda não entende como aguentou a dor de instalar o dispositivo nela mesma. Zoe disse que pensou várias vezes que não conseguiria terminar o processo de inserção do microchip
No blog ela explica que ainda não entende como aguentou a dor de instalar o dispositivo nela mesma. Zoe disse que pensou várias vezes que não conseguiria terminar o processo de inserção do microchip


A programadora explica que quis instalar o dispositivo porque, cedo ou mais tarde, tentaria programar o funcionamento do seu próprio corpo
Ela preferiu não ir a um profissional que colocasse piercings porque ele faria a inserção como se fosse um procedimento de rotina.— Essas coisas significam muito mais para mim, por mais bruto e estranho que possa parecer para a maioria das pessoas


Ela preferiu não ir a um profissional que colocasse piercings porque ele faria a inserção como se fosse um procedimento de rotina.
oe diz que ainda não tem certeza sobre o que pode fazer com o chip, mas afirmou que pretende criar um jogo
Ela mostra algumas funções que já conseguiu dar ao dispositivo, como desbloquear o smartphone passando a parte de trás do smartphone próximo ao local em que o microchip foi inserido

Ela mostra algumas funções que já conseguiu dar ao dispositivo, como desbloquear o smartphone passando a parte de trás do smartphone próximo ao local em que o microchip foi inseridoNo vídeo, entretanto, é possível ver que o desbloqueio do celular veio depois de algumas tentativas

No blog ela também explica que o microchip também pode transmitir dados para outros dispositivos compatíveis, como smartphones com Android

Com o microchip ela pretende passar códigos do Steam para quem a encontrar na rua e der um "high five". No dedo anelar esquerdo ela instalou um pequeno imã de silicone com o qual consegue pegar pequenos objetos de metal e sentir campos magnéticos
A programadora diz que está muito otimista com a tecnologia. Ela afirma que, se quiser remover o dispositivo, terá que tirá-lo com um bisturi

A programadora diz que está muito otimista com a tecnologia. Ela afirma que, se quiser remover o dispositivo, terá que tirá-lo com um bisturi
Zoe diz que ninguém deve tentar fazer isso em casa. Ela assume que correu um risco enorme e disse que treinou com vários profissionais com experiência em colocar piercings
R7




0 comentários: