SLIDE

Pai que decapitou seu filho incapacitado sobre pia de cozinha poderá ser executado

  O senhor de 30 anos de idade da Louisiana que supostamente confessou decapitar seu filho incapacitado de 7 anos de idade, foi indiciado sob a acusação de assassinato em primeiro grau.


Father Who ‘BEHEADED HIS DISABLED SON OVER KITCHEN SINK’ Could Be Executed



O filho de Jeremiah Wright Jori Lirette foi brutalmente assassinado na semana passada. O meninocadeirante foi desmembrado e sua cabeça foi posta no quintal de sua casa para a sua mãe ver quando chegasse em casa .

O advogado de defesa Kerry Cuccia confirmou que um grande júri de Lafourche Parish entregou a acusação na manhã de sexta contra Wright
article-2026980-0D70FD2600000578-647_224x321
article-2026980-0D71EC7400000578-39_224x321
Grotesco : Jeremiah Wright (à esquerda) foi o homem que segundo a policia admitiu ter matado seu filho Jori Lirette (direita) cortando-lhe a cabeça com um cutelo

Cuccia disse Wright, que está na cadeia Lafourche Parish sob fiança de US $ 5 milhões, está marcado para acusação segunda-feira.

Se for condenado por assassinato em primeiro grau, Wright irá enfrentar uma pena na prisão ou execução.

Perguntado sobre como Wright pleiteará às acusações Cuccia disse que a decisão ainda não havia sido feita.

A mãe do menino Jesslyn, 27 anos, disse que ela já havia avisado à polícia que Jeremiah queria morto o menino.

Jori numa cadeira de rodas foi brutalmente executado e esquartejado após sua mãe Jesslyn, 27, ameaçar por pra fora de casa seu namorado Jeremiah.
article-2026980-0D71DB4A00000578-8_468x364

Jesslyn Lirette falou sobre ameaças e abuso do namorado antes dele supostamente assassinar seu filho de sete anos de idade em sua casa

Ela revelou que, na semana anterior ao nascimento de Jori, ela obteve uma ordem de restrição contra Wright depois que ele quebrou o cofrinho do bebê "e" empurrou -a para uma pilha de CDs na cama ' ’.
article-2030588-0D72DD0100000578-632_233x402

Wright usava um colete à prova de bala, quando ele foi transportado pela polícia em 14 de agosto

Então, quando o bebê tinha apenas seis meses de idade, ela obteve outro pedido semelhante depois que ele a chamou e disse que " estava cansado de ver o bebê sofrer ' e queria vê-lo morto .

Os detalhes das ordens, que Jesslyn fez, foram revelados em declarações juramentadas que ela fez em 2004 e fez parte do registro oficial da corte esta semana.

Jori estava em cadeira de rodas e precisava de um tubo de alimentação por ter nascido com paralisia cerebral. Ele nascera prematuramente de três meses e passou grande parte de seu primeiro ano no hospital em New Orleans.

Wright supostamente picou a cabeça de seu filho com um cutelo de carne e deixou-o na beira da estrada do lado de fora de sua casa para que Jesslyn visse-o .

Um motorista que passava viu a cabeça decapitada e alertou a polícia. Detetives mais tarde encontraram o corpo do menino em um saco de lixo que tinha sido despejado nas proximidades.

A cena do crime era tão horrível que alguns dos policiais que responderam à chamada de emergência tiveram que receber aconselhamento.

Investigadores disseram que o assassinato macabro foi realizado ao longo de um pia da cozinha na casa de Louisiana que o menino morava com seu pai e sua mãe Jesslyn .

Suas mãos e os pés também foram cortadas e foram descobertas nas proximidades de sacos de lixo de plástico.
 article-2026980-0D73977300000578-354_468x323

Jeremiah Wright foi algemado até a cintura e foi levado ao tribunal por sua última audiência
article-2026980-0D73CFFD00000578-933_468x286
Horrível : Jesslyn Lirette segura as mãos de dois guardas, foi assim que ela participou do tribunal do distrito na audiência prévia de seu namorado

Uma equipe forense removeu a pia da casa em Thibodaux, Louisiana, como parte de sua investigação do assassinato .

O Tentente da Policia Kim Favalora disse em uma declaração ao tribunal que : " Wright era muito problématico - questão de fato- como ele calmamente explicou que pensava há anos se Jori era seu filho.

" Wright disse que recentemente viu a forma como o manequim olhava para ele e havia sinais e pequenas coisas do boneco que fazia com que ele achasse que Jori não fosse seu filho, mas um manequim .

Favalora disse que Wright disse à polícia que " estava cansado de cuidar do manequim . Wright disse que assim que ele percebeu que Jori era um manequim, e não seu filho, ele começou a pensar em matá-lo . "

O documento disse que Wright admitiu discutir com Jesslyn na noite anterior e que ele ia ser expulso da casa....
article-0-0D713B7B00000578-873_468x286

Cena: Um motorista viu a cabeça do Jori quando ele estava passando na rua e relatou à polícia que o chamou de um crime hediondo 

Jesslyn a esquerda na 8:00 levou-o a um caminhão, que foi quando Wright disse que "começou a trabalhar" em matar Jori. 

Wright é confessou  o assassinato e está cooperando com a polícia. Ele compareceu ao tribunal na terça-feira algemado até a cintura. 

Ele olhou, mas não falou quando repórteres e fotógrafos lhe pediram um comentário. 

article-2026318-0D7166F200000578-87_468x310


Flores, balões e bichinhos de pelúcia foram colocados em um santuário improvisado fora de casa

Fonte 

http://www.secretsofthefed.com/father-beheaded-disabled-son-kitchen-sink-executed/

0 comentários: